Como nasce o projeto basUC

A Mistolin é uma empresa portuguesa fundada em 1992 especializada na conceção e produção de soluções de higiene e bem-estar. A presença no mercado é pautada pela inovação e desenvolvimento na produção de detergentes líquidos de utilização doméstica e profissional. Resultado da sua aposta numa política de internacionalização, a Mistolin está presente em três continentes e em mais de dez países.
O Projeto basUC nasce através do know how da Mistolin Company em parceria com a Universidade de Coimbra. Este projeto prende-se com a produção de bases ultra concentradas de diferentes produtos de lavagem e limpeza, através do controlo sobre fases concentradas de tensioativos, polímeros e solventes. Com esta tecnologia, pretende-se obter produtos acabados constituídos por cerca de 80% de matéria ativa.

ENTREVISTAS:
Em entrevista a Francisco Sousa, investigador do departamento de química na Universidade de Coimbra e Marco Sebastião, Direção técnica e I&D da Mistolin Company Portugal, estes explicam o que é o Projeto BASUC.
O projeto BasUC é um projeto que envolve a Mistolin e a Universidade de Coimbra. Este foi um projeto de investigação para desenvolver soluções de bases concentradas para detergentes. Foi cofinanciado pelo P2020 e durou 3 anos. Os principais objetivos deste projeto consistem na obtenção de bases concentradas, através de um controlo rigoroso dos diferentes constituintes da base. Isto leva à obtenção de diferentes produtos de limpeza, através da diluição das bases ultra concentradas apenas com água. A ultra concentração destas fórmulas leva à superação de vários desafios técnicos, nomeadamente ao nível da estabilidade dessas mesmas bases ou até do seu manuseio por serem tão viscosas. Com a evolução deste projeto ambicioso, percebemos que seria um grande desafio conseguir atingir os objetivos a que nos propusemos, isto porque o produto tem que ser estável, permanecer estável, cristalino e sem separações. Garantir toda essa estabilidade foi o grande desafio. Com o projeto BasUc, nós conseguimos a produção de bases concentradas para 5 diferentes produtos: lava-loiça, limpa vidros, detergente da roupa… E isto resulta do quê? Resulta de um transporte de cerca de 70% de matéria ativa onde na formulação nós não adicionamos qualquer tipo de água. Portanto isto traduz-se numa clara redução das emissões de CO₂, resultantes do transporte destes produtos, assim também como a redução do custo económico para a Mistolin. A Universidade de Coimbra é um parceiro nosso de longa data e uma vez mais conseguiu aportar imenso valor para este projeto. e uma vez mais conseguiu aportar imenso valor para este projeto. Através do conhecimento de toda a equipa da Universidade de Coimbra, foi possível nós conseguirmos superar todos estes problemas neste tipo de formulações, nomeadamente quando nós temos elevadas concentrações de matéria ativa, nós temos também viscosidades muito altas. Tínhamos um enorme desafio neste desenvolvimento, em particular em algumas das tipologias de produto, uma vez que são produtos com muitos componentes tornando-se pouco “concentráveis”, por esse motivo têm tendência a criar instabilidades quando estão num estado de elevada concentração. Então, o knowhow da Universidade de Coimbra em reologia e sistemas micelares complexos foi crucial para o sucesso deste projeto. Agora, após a finalização deste projeto, a equipa da UC pretende continuar a prestar todo o apoio necessário à equipa da Mistolin, nomeadamente, em alguns testes que possam ser necessários no futuro. Pretendemos também um acompanhamento do processo de produção industrial, o scale up, de forma a se conseguir avançar para uma comercialização e exportação dos produtos obtidos. É crucial desenvolver equipamentos que consigam lidar com este tipo de bases concentradas e façam a diluição de uma forma ágil e eficiente. Diluir um produto com baixa viscosidade em água é completamente diferente de diluir um produto com uma viscosidade alta. Por isso é crucial avaliar tecnicamente a viabilidade do uso destas bases concentradas em equipamentos industriais, bem como preparar e apresentar uma oferta diferenciadora ao mercado, de forma que este possa compreender todas as vantagens do uso desta tecnologia e destas soluções. É nossa ambição encontrar continuamente soluções de limpeza cada vez mais sustentáveis, amigas do ambiente e que possam ser usadas facilmente em qualquer ponto do globo.

foto_francisco
Francisco Sousa, investigador do departamento de química na Universidade de Coimbra
foto_marco
Marco Sebastião, Direção técnica e I&D da Mistolin Company Portugal
foto_unicoimbra
Universidade de Coimbra